China ainda não ameaça EUA porque investe menos em pesquisa e desenvolvimento

Charge do Arionauro (arionaurocartuns.com.br)

Rodrigo Zeidan

Com o crescimento chinês e a desastrada gestão da pandemia pelo governo Trump, será que a China desbancará os Estados Unidos como maior potência mundial? Não nas próximas décadas, por uma razão em especial: os EUA, antes de serem a maior potência bélica, concentram os principais centros de pesquisa e desenvolvimento do mundo.

Não é à toa que as Faang (Facebook, Amazon, Apple, Netflix e Google, agora chamada de Alphabet) valem muito mais do que antes do início da pandemia; US$ 5,5 trilhões hoje, ante US$ 4,1 trilhões em janeiro. Os valores são astronômicos, mas não caia na tentação de compará-los com o PIB brasileiro (cerca de US$ 1,5 trilhão). PIB é fluxo e, se for para contrapor, a receita total das Faang deve ser de US$ 860 bilhões neste ano, ou mais da metade de tudo a ser vendido no Brasil em 2020.

INVESTIMENTOS – Também mais relevante que o valor de um punhado de empresas é que os investimentos em P&D (pesquisa e desenvolvimento) nos EUA são 50% a mais que o total investido na China (15% a mais se ajustarmos pelos custos mais baixos no maior país do Oriente) e três vezes mais que no Japão.

A economia americana é a mais dinâmica do mundo pela combinação de escala, ambiente para empreendedorismo, instituições de ensino de ponta e elevada demanda por tecnologia.

Em 2020, serão investidos US$ 600 bilhões em P&D nos EUA. As esferas do governo americano, incluindo todo o complexo militar, respondem por US$ 160 bilhões desse valor. A maior parte vem mesmo das empresas privadas não relacionadas a tecnologias bélicas: pouco mais de US$ 380 bilhões. E são também as empresas privadas as que mais suprem as necessidades de pesquisa da sociedade: US$ 365 bilhões, com as universidades vindo em segundo lugar: US$ 90 bilhões.

ROUBANDO CÉREBROS – No eixo central americano das buscas por novas tecnologias estão as instituições de ensino superior, roubando muitos dos melhores cérebros do mundo. Embora a distância para os EUA esteja diminuindo, ainda falta longo caminho para a China percorrer.

Nos EUA, os investimentos com P&D são 2,8% do PIB; na China, tais investimentos não chegam a 2% da renda nacional. Em alguns países, como a Coreia do Sul e Israel, desembolsos em novas tecnologias passam de 4% do PIB (no Brasil, ridículo 1,2% do PIB), mas os mercados locais não são grandes.

MAIS INOVAÇÃO – A China, assim como fez o Japão no passado, tenta criar ambiente propício à inovação. As empresas privadas já são, de longe, as que mais investem em P&D no país. Falta também um salto de qualidade, mas dá para prever que, em poucos anos, Made in China será sinal de qualidade.

Essa é a corrida que importa, e não se a China está comprando óleo de Angola, emprestando para obras no Paquistão, ou adquirindo terras na América Latina.

Trump pode realmente comprometer o futuro norte-americano pelo seu populismo de quinta categoria. Hoje, muitas famílias ainda planejam mandar seus filhos para as melhores universidades americanas, e novos empreendedores sonham em buscar recursos no Vale do Silício. Será assim no futuro?

SINAIS DE FRAQUEZA – Ainda é cedo para prever a derrocada do império, mas, se vier, será pela perda de proeminência da pesquisa americana. Os ataques contra a Huawei e TikTok são sinais de fraqueza. Mas absurdas mesmo são as tentativas de barrar imigrantes qualificados e limitar o número de alunos estrangeiros.

Populismo gera decadência, mas, mesmo com grande esforço de Trump, o dinamismo das empresas deve manter a superioridade americana por um tempo. Por um tempo.​

17 thoughts on “China ainda não ameaça EUA porque investe menos em pesquisa e desenvolvimento

  1. E o Brasil ? Como reinventar o Brasil de modo a fazê-lo dar um pulo de leão adiante dos EUA, China, Europa-mãe e CIA ? Novo de verdade (RPL-PNBC-DD-ME) versus porre, ressaca, voo de galinha, Covid-19 e CIA. A vida é feita de escolhas. E a verdade é que, no Brasil, até está parte da história, ainda não foi dado ao povo brasileiro o direito de escolher algo melhor que o ruim e o pior, que lhe tem sido imposto, sistematicamente, há 130 anos, via golpes e eleições,171, pelo militarismo e o partidarismo, polítiqueiro$, e seus tentáculos, velhaco$, que protagonizam uma espécie de plutocracia putrefata com jeitão de cleptocracia e ares fétidos de bandidocracia, fantasiada de democracia só para ludibriar a tola freguesia, na verdade, embarcada, à moda bucha de canhão, numa guerra tribal, primitiva, permanente e insana por dinheiro, poder, vantagens e privilégios, sem limite$, à moda todos os bônus para ele$ e o resto que se dane com os ônus, face aos quais somos todos vítimas, reféns, súditos e escravos, ainda que fantasiados de cidadãos e cidadãs. Na verdade, o Brasil até que já poderia ter se libertado de tudo isso ai de forma até virtuosa se tivesse aproveitado os times certos que foi do primeiro governo FHC ao segundo governo Lula com o seu super porre financeiro inédito, caso o povo tivesse tido a oportunidade de optar pela RPL-PNBC-DD-ME, que tinha o condão de usar o super porre financeiro da república como mola propulsora da transformação da federação numa confederação, com Democracia Direta e Meritocracia, um enorme ganho e avanço político, estrutural e civilizatório para o país e a população. Mas, infelizmente, o super porre financeiro do governo Lula-Meirelles morreu de ressaca na mesma e velha praia do velho continuísmo da mesmice do sistema apodrecido dos me$mo$. E tudo não passou de apenas mais um voo de galinha, quiçá o mais desastroso deles, uma ressaca sem fim, com direito ao advento do Covid-19 e o escambau, com o próprio CZAR DA ECONOMIA DO PORRE impondo a longa ressaca , e, de quebra, elegendo o retrocesso demente e bandido como “salvador da pátria”, com o próprio estrupício dizendo que é fácil aplicar golpes no Brasil, fato esse que só favorece o continuísmo da bandidocracia ainda que completamente nua em praça pública. https://www.politize.com.br/teto-de-gastos-publicos-infografico/

  2. Certa feita escrevi um comentário que abordava exatamente a ditadura chinesa, comparando-a com a nossa “democracia”.
    E concluí que o sistema chinês é muito melhor do que o nosso!

    Explico:
    Qual é a única diferença existente entre a China e o Brasil?
    Lá não existem eleições.
    Mas, em compensação, nos últimos anos a China tirou da pobreza 600 milhões de pessoas, ou, seja, três Brasil!

    E não precisam acreditar em mim, aliás, nem quero.
    Olhem através do Youtube as principais cidades chinesas, e verão prédios novos, modernos, um trânsito pesado de carros novos, rodovias largas, ruas também, metrôs, trens, todo o tipo de banco, restaurantes, casas de espetáculos, EMPREGO … e nós?
    Ah, mas no Brasil nós votamos!

    Sim, de fato, votamos em ladrões, incompetentes, corruptos, vagabundos, gente da pior espécie!
    A nossa democracia é tão boa, que a cada ano aumenta a pobreza e a miséria!
    O desemprego segure nas alturas, e a economia informal não suporta mais quem queira se aventurar!

    Legislativo e Judiciário se transformaram em castas;
    Elites e banqueiros são os que mandam no país;
    O sistema econômico fez do Executivo o seu agente principal;
    E, ao povo, somente obedecer e outorgar poderes!

    O que seria mais importante aos carentes e desempregados?
    Eleições ou oportunidades de emprego e vida melhor?!

    Viva a China, que valoriza o seu povo, enquanto os poderes constituídos nacionais só nos roubam, exploram e manipulam!

    • Bela argumentação, Chicão, argumentação não, exposição da realidade, Fatos! Fatos, que a maioria de nossos compatriotas não apreciam muito, preferem discutir teorias, defender ideologias e adorar os Caras e Mitos da vida, esperando a multiplicação das mortadelas e cloroquinas. Pobre povo, iludido e explorado por pura omissão e ignorância.
      Cuidado, Chico, vão te rotular de comunista ou pior. de petista.

    • É uma questão de escolha. Ou optamos por uma democracia, com respeitos aos cidadãos e direitos trabalhistas, ou por um regime socialista como na china sem direito algum e jornada de trabalho de 12 h diária. Se tivessemos um regime de trabalho igual lá não teríamos pobreza, pois um terço da força de trabalho sustentaria o restestante.

      • Áureo,

        Não temos democracia e direitos trabalhistas que os empregadores sigam à risca.
        A democracia é relativa, falsa, dissimulada.
        Empregados trabalham muito mais horas por dia que o estabelecido.

        Aliás, a Justiça do Trabalho comprova o que quero dizer.

        E, para a tua informação, todo o chinês deve trabalhar ou não tem saúde e previdência!

        Mais:
        a China é responsável por 20% do PIB mundial!
        Exporta 80% de aparelhos de ar-condicionado;
        60% de smartphones;
        90% de brinquedos;
        70% de computadores;
        praticamente o material médico é feito pela China, vide as dificuldades do mundo em conseguir respiradores artificiais.

        O Ocidente que alimentou o monstro, e não tem como se desfazer dele.
        Ou faz novos acordos comerciais (Ocidente) ou a economia da maioria dos países quebra!

        A China já é dona de uma boa parte do mundo.
        A sua intenção maior é plantar sementes para a sua sustentabilidade.
        Os turistas que mais gastam no mundo são os chineses.

        Enquanto o planeta se via diante da quebra de 2008, que chegou a ser maior que a de 29, a China porque o Estado é que comanda a economia, INVESTIU 586 bilhões de dólares para fabricar produtos baratos e ocasionar o consumo no país!

        Até o mundo começar a se recuperar, a China exportava seus produtos de segunda e terceira categorias para o Ocidente ter o que vender a preço atraente para o seu desaparecido consumidor!

        A China tem as maiores e melhores ferrovias do mundo;
        metrô;
        rodovias;
        indústrias;
        comércio;
        as maiores cidades do planeta, modernas, produtivas, e sem desemprego.

        A China é simplesmente a nação que mais atrai investidores no mundo.

  3. UE, EUA, India, Australia e Japão já descartaram a China em várias áreas e tudo indica que responsabilizarão a mesma pela tragédia do vírus chinês. O Brasil já declarou que a questão geopolítica será levada em consideração na aquisição da tecnologia 5G. A China esta gastando o que tem e o que não tem, metendo os pés pelas mãos, o mercado não confia, é uma questão de tempo pra tudo entrar em colapso.

  4. Os países que fizerem restrições à China pagarão muito caro!
    Desemprego, exportações menores, e terão de adquirir mercadorias muito mais caras que as fabricadas pelos chineses.

    O mundo até se readaptar passará por anos a fio de trabalho desumano!

    Certamente essas declarações são para o povo, que adora ser enganado e manipulado.
    Vou mais além:
    Quem é o nosso maior parceiro comercial?
    A China!

    Já pensaram no que aconteceria conosco, se não mais vendêssemos nada para os chineses, e nada mais comprássemos deles??!!
    Se faltasse um ponto final à nossa economia, é seguir como ovelha o que dizem essas nações citadas!

  5. O demagogo midiático até parece cachorro mordido por cobra, tem medo até de linguiça. O temor ao crescente aumento das empresas chinesas no campo de fornecedores de esquipamentos para internet, não procede. O protecionismo leva às empresas à complacência, porque contam com o apoio do Estado na proteção dos seus negócios. E o P&D pode ser comprometido por contar com a reserva de mercado e o protecionismo, mas o demagogo midiático ainda não sabe disto.

  6. A chave é investir em P&D e incentivar (aliviando impostos, por exemplo) as empresas locais que investem e aplicam em inovação.
    Não é necessário ter ditadura para isso. Muitos países democráticos investem em P&D, por “coincidência” os países mais desenvolvidos em tecnologia.

  7. Eu tinha prometido a um colega tribunário dias atrás, contar uma historinha pessoal, singela, mas apropriada ao assunto em tela.
    Lá, no início dos anos setenta, era eu representante comercial autônomo, e vistava um comerciante em Anápolis GO, quando entrou no estabelecimento um senhor, fazendeiro na região.
    Bom dia seu Zé, diz o comerciante, como vai, e os meninos? Oh, meu amigo, está tudo bem, os meninos é o seguinte: O Pedro, você sabe, formou em Medicina, casou e leva uma vida dura, plantão à noite no hospital e um horário puxado na clínica que está começado junto com outro colega; O Tonho, acabou engenharia e está trabalhando na Mendes Junior, na construção de uma ponte perto de Ceres, coitado, dormindo em barraca, mas no começo é assim mesmo; Já o Beto, esse se deu bem, está mexendo com política, já é vereador e, sabe aquela fazenda enorme perto da nossa, ele a comprou e esta indo para Barretos esta semana para comprar umas matrizes e um touro premiado, é, ele tá rico.
    Quando a política vira atividade empresarial, o resultado é esse paraiso onde nos tocou viver.

  8. Tem toda razão o Autor Sr. RODRIGO ZEIDAN : enquanto a China não superar os EUA em produção de Ciência e Tecnologia, não o ameça em Poder Político/Econômico.

    Mas a China, com +- 4 vezes mais População que os EUA e partindo dum patamar bem mais baixo que os EUA tem potencial para crescer bem mais. A Língua Mandarim como bem aponta acima o Sr. JACO é um grande empecilho para atrair ( roubar ) Cérebros.
    De qualquer forma, serão os Bis-Netos dos atuais Chineses/Americanos que irão decidir a parada.

  9. Caro Bendl;
    Por aqui, funcionários públicos,militares e autônomos, meteram a mão nos R$600,00 destinados aos miseráveis em situação de risco.
    Eles não vão perder os seus empregos. O grande castigo desta turma, será devolver os R$600,00 que roubaram.
    Você consegue imaginar isto na China??

  10. Marins, meu prezado,

    A corrupção já dominou a China.
    Hoje, crimes desse tipo, a punição é a pena de morte.

    Nesse caso, de se inscreverem e receber 600,00 mesmo tendo condições, os familiares ainda tinham de pagar a bala pelo fuzilamento.

    Abração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *